terça-feira, 29 de novembro de 2011

JURÔMETRO - entendam porque a elite ama o governo do PT

Jurometro FIESP



O Jurômetro Fiesp-Ciesp é um alerta aos cidadãos sobre o que gastamos somente pagando juros.
Essa é uma dívida que o governo assume em nome de todos os brasileiros, prejudicando o nosso desenvolvimento.
Neste PLACAR você acompanha em tempo real os valores gastos com juros no Brasil e o que poderia ser feito em benefício da sociedade com todo esse dinheiro.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

SAI DO CASULO, BRASIL!!!


Austeridade parece ser a fórmula encontrada para enfrentar a crise na Europa, ao contrário do governo brasileiro que costuma debochar quando alguém propõe um "Choque de Gestão".
Talvez muitos nem entendam o que isso significa, mas está comprovado que o destino dos que caem na tentação do dinheiro aparentemente fácil, com as ofertas de "crédito" (agiotagem) e o incentivo à gastança irresponsável, é o fundo do poço.

Os índices revelados nos últimos dias expõem o que a propaganda oficial não consegue mais esconder, a qualidade de vida da população brasileira é uma das piores do mundo.
Temos baixos salários, índices vergonhosos no desenvolvimento humano, péssimos serviços públicos, porém, as mais elevadas taxas de juros ao consumidor e carga tributária insustetável.
O endividamento das famílias aumentou oitenta por cento nos últimos anos e isso compromete não só a economia doméstica, mas também ameaça a economia do país.

A incompetência que tem colocando em risco o plano econômico que projetou o Brasil no cenário mundial é agravada pela corrupção desenfreada, que multiplica esse quadro desfavoravelmente.

Esse nem é o caso dos países em crise, mesmo assim, governantes estão caindo ou perdendo eleições.
Por que o brasileiro aceita ser roubado e não pensa em trocar o comando?
E não me refiro aos ministros, iguais aos que estão aí tem um monte aguardando a saída dos titulares para ocupar suas vagas.
Para quem ainda resiste aos fatos, insisto na afirmação de Merval Pereira, Dilma é a única responsável pela indicação de ministros desqualificados para seu governo.

"Como estamos em regime presidencialista, a responsabilidade por erros e acertos deveria ser da presidente, assim como a decisão de tirar ministro que ficasse inviabilizado, por qualquer motivo, de continuar no governo."

Herança maldita não são somente os ministros que a presidente decidiu manter, o legado que está condenando o Brasil ao atraso é a própria gestão petista.

VERDE QUE TE QUERO VERDE!



O País quer Saber
Os artistas que contestam a usina não têm nada a dizer sobre a corrupção impune?

Decidido a paralisar as obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, o Movimento Gota D’Água recorreu a uma fórmula tão singela quanto infalível: um recado conciso e direto, um elenco de celebridades globais e um vídeo de 5 minutos distribuído pela internet. Quem assiste ao filme é convidado por rostos e vozes familiares a assinar uma petição que reivindica a interrupção do projeto e conseguir a adesão de mais dez amigos. Milhares de assinaturas colhidas em 24 horas confirmaram o sucesso da idéia. Sempre funciona.

Também por isso, o país quer saber: o que esperam as mesmas celebridades para juntar-se num vídeo que estimule os brasileiros a mobilizar-se contra a corrupção impune?

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"REAÇÃO" não tem medo de ouvir a maioria

Há uma página de alunos da USP na internet, com 51.538 membros (número atualizado), apoiando a presença da PM na Universidade e exigindo a prisão dos traficantes disfarçados de alunos.

Estudantes de vários estados têm postado no youtube videos manifestando seu repúdio à UNE e à militância nas universidades.
Um número insignificante de baderneiros da USP, apoiados por alguns professores militantes, preparam uma greve para o ano que vem com a intenção declarada de prejudicar o governador de São Paulo.
São tão autoritários que não respeitam a vontade da maioria e tentam impor suas decisões.

Uma chapa sem vículo com partidos, “Aliança Pela Liberdade”, venceu a disputa pelo DCE da Universidade de Brasília.
Entre os dias 22 e 24 de novembro, o DCE da USP realiza eleições.
Há uma chapa que também não tem vínculo com partidos - REAÇÃO.
Está nas mãos da maioria decidir se a entidade continua nas mãos de partidos políticos ou nas mãos de ESTUDANTES QUE ESTUDAM, que estão realmente preocupados com os problemas dos alunos.

Abaixo, seguem dois vídeos da Reação, que estão no Youtube.





Espero, sinceramente, que a atitude desses jovens sirva de exemplo para os partidos da oposição que não têm demonstrado a mesma preocupação com a maioria da população, cerca de OITENTA MILHÕES de eleitores não votaram no PT.
Aprendam com esses jovens a ouvir a maioria, pois o PT não ouve ninguém, simplesmente há uma máquina de propaganda que sustenta o partido no poder.
Mas não há propaganda que resista ao contato com as pessoas, disponibilizando a atenção que o cidadão merece e demonstrando uma preocupação verdadeira com suas reais necessidades.

CIDADANIA PRA QUE?


Pobre povão! ... e ainda deram um índice tão alto, para o mentor de toda esta trapaça, todo este condenável nepotismo, que ainda continua mexendo os pauzinhos, para as sucessões que se aproximam. Só nos resta rezar, e rezar muito!...

Talvez muitos já saibam, mas não custa nada relembrar.

O PAULO BERNARDO – MINISTRO DAS COMUNICAÇÕES É MARIDO DA SENADORA GLEISI HOFFMANN – CHEFE DA CASA CIVIL. (Essa eu sabia)

O GILBERTO CARVALHO – SECRETÁRIO GERAL DA PRESIDÊNCIA É IRMÃO DA MIRIAN BELCHIOR, MINISTRA DO PLANEJAMENTO. (Essa eu Não sabia)

ESSA MIRIAN BELCHIOR JÁ FOI CASADA COM O CELSO DANIEL, EX-PREFEITO DE SANTO ANDRÉ, QUE MORREU ASSASSINADO. (Também não sabia)


A doutora Elizabete Sato, delegada que foi escalada para investigar o processo sobre o assassinato do Prefeito de Santo André, Celso Daniel, é tia de Marcelo Sato, marido da Lurian, que, apenas por coincidência, é filha do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Acho que ninguém sabia)


Exatamente: Marcelo Sato, o genro do presidente da República, é sobrinho da Delegada Elisabete Sato, Titular do 78º DP, que demorou séculos para concluir que o caso Celso Daniel foi um "crime comum", sem motivação política. (ta cheirando a maracutaia)


Também apenas por coincidência, Marcelo Sato é dono de uma empresa de assessoria que presta serviços ao BESC - Banco de Santa Catarina - BESC (federalizado), no qual é dirigente Jorge Lorenzetti (churrasqueiro oficial do presidente Lula e um dos petistas envolvidos no escândalo da compra de dossiês). (enrolou tudo agora)


E ainda, por outra incrível coincidência, o marido da senadora Ideli Salvatti (PT) é o Presidente do BESC. (viche Maria, que quadrilha)


CONCLUSÃO:

"O POVO TÁ DORMINNO. NÓIS TÁ ACORDADO. NÓIS CUMPANHERO SOMO VERDADERAMENTE UNIDO PRA FAZÊ O QUE NUNCA ANTES FOI FEITO NESSE PAÍS"


(E agora, fazer o quê? Só nos resta divulgar e cair nas mãos de um político sério....Político sério? Onde?)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O resgate do Brasil que a publicidade mentirosa sequestrou

O jornalismo tendencioso, que não tem compromisso com a verdade, pode induzir o seu público ao erro, mas nem mesmo os "meninos" da Rede Globo estão conseguindo sensibilizar a população brasileira que está aprendendo a discernir o que é fato e o que é armação.
Algumas informações equivocadas são transmitidas com ar de seriedade e tentam convencer que o agressor é vítima e que o herói pode ser vilão, mas uma rápida análise desmonta todo o espetáculo.
Como levar a sério quem divulga qualquer manifestação absurda sem o mínimo senso crítico?

Vejam, abaixo, imagens repugnantes que mostram as contradições inquestionáveis entre o que está registrado e os argumentos utilizados para justificar o vandalismo.










Os estudantes rebelados da USP, detidos por razões já conhecidas por todos, foram transportados em ônibus comuns, sem banheiro e ar-condicionado.
Isso é rotina para o brasileiro, é o transporte diário do trabalhador.
Pois tiveram o desplante de classificar o tratamento como “tortura”.
Um desaforo, talvez a maioria nem tivesse ideia de como seria um ônibus por dentro, mesmo que vez ou outra saiam às ruas exigindo passe livre.

Seguindo o mesmo raciocínio arrogante e preconceituoso, o pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad afirmou o seguinte:

“Não se pode tratar o campus da USP como se fosse uma ‘Cracolândia’ e não se pode tratar a ‘Cracolândia’ como se fosse um campus da USP.”


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

A VERDADE É MAIS PODEROSA QUE AS PALAVRAS


Impressionante, a midia perseguida por petistas e sofrendo constantes ameaças de censura demonstra uma estranha dificuldade em aceitar a liberdade de expressão de uma população frequentemente tratada como incapaz, especialmente quando seus jornalistas tentam empurrar informações, versões, índices, pesquisas, enfim, fatos que, muitas vezes, sabemos que não correspondem à verdade.
Alguns políticos e profissionais da comunicação, nos últimos dias, têm acusado com adjetivos ofensivos o cidadão que se manifesta de forma contrária ao que pensam ou ao que não têm coragem de contestar.

Estou lendo diariamente os comentários do twitter e conta-se nos dedos quem é insensível a ponto de desejar o mal a um ser humano, seja quem for.
O que chamou a atenção foi a criatividade de quem teve a ideia de sugerir o tratamento de autoridades no SUS, não sei porque alguém poderia se sentir ofendido.
Quem disse que a Saúde, sob seu governo, estava perfeita e fez questão de se apresentar como um "pobre como todos nós" foi o próprio Lula, não há, portanto, motivo para estranhar que o povo exija o mesmo tratamento.

Há um senador que apresentou um projeto obrigando filhos de parlamentares a estudarem na escola pública, muito justo.
A verdade, facilmente comprovada com uma simples leitura nas páginas da internet, é a de que a grande maioria dos internautas torce pela saúde de todos os brasileiros, incluindo petistas, pois o que se deseja é derrotar o PT nas urnas e a devida punição dos corruptos na Justiça, dentro da lei.

O jornalismo que está se sentindo ofendido em nome de um imperador está tirando conclusões superficiais, eu perdi horas durante a semana trocando ideias nas redes sociais e lendo os comentários.

Confiram a declaração de Reinaldo Azevedo e o comentário que a filha de Mário Covas enviou ao blog do jornalista.

Mário Covas faleceu no dia 6 de março de 2001.
Zé Dirceu incitou uma ação violenta contra o então governador que já se encontrava bastante debilitado pelo câncer:

“Vamos bater neles nas urnas e nas ruas…”
E bateram na porta da Secretaria de Educação.



A enxurrada do que consideram opiniões detestáveis sobre a saúde do ex-presidente deveria ser interpretada como uma explosão de insatisfação do cidadão consciente e dos que começam a despertar para os descalabros que acontecem em nosso país, mas que são omitidos por quem tem a obrigação de informar.
O espantoso era acreditar numa unanimidade que nunca existiu, cerca de oitenta milhões de eleitores, quase 70%, não votaram na candidata do PT e a aversão ao partido é maior do que imaginam, isso mostra a distância que separa essa elite próxima ao poder da população em geral.

Mas não é somente na imprensa e no meio político que constatamos a falta de sensibilidade com os verdadeiros anseios populares, que se traduzem nas manifestações na internet e nos protestos que começam a pipocar nas ruas. Não considero válidas as ações das massas sem identidade, porque servem aos propósitos de quem está no comando e raramente correspondem aos interesses legítimos dessa gente que se nega o direito de pensar e agir por conta própria.

Já tratei sobre isso AQUI e nessa mesma postagem eu citei trechos de um documento publicado por uma instituição religiosa que se manifestou sobre Mário Covas de uma forma absurdamente desrespeitosa:

“Chama atenção a forma como a opinião pública acompanhou a doença do governador Mário Covas e, mais ainda, sua exaltação após a morte.
O papel da mídia aí, como em fenômenos semelhantes, é relativo: ela pode alimentar e reforçar uma tendência psicossocial, mas fundamentalmente o que faz é levantar a demanda existente de percepções e sentimentos para corresponder-lhe e com isto, ter sucesso.
Algo como o surfista que sabe usar com oportunismo as ondas que lhe são dadas."
(2001)

Se o ser humano foi criado para transformar, mudar e evoluir, percebe-se que nesses dez anos esse processo ficou estagnado.
Fatos se repetem porque falta a humildade para verdadeiramente fazermos um movimento receptivo na direção das pessoas que nos incomodam ou contrariam.
A filha de Mário Covas é um ponto de luz nas trevas do rancor e da ignorância.
Espero que ilumine o suficiente para que muitas pessoas enxerguem a claridade.